Por Que Reverteu Lá Campeão?


Melhores Canais No Youtube


José Roberto Arruda, candidato a governador do Distrito Federal pelo PR, participou do Poder e Política programa da Folha e do "UOL" conduzido pelo jornalista Fernando Rodrigues. A gravação ocorreu em 4.jul.2014 no estúdio do Grupo Folha em Brasília. ]: José Roberto Arruda tem 60 anos. Nascido em Itajubá, Minas Gerais, é engenheiro elétrico formado na Faculdade Federal de Engenharia daquela cidade. Arruda começou sua carreira no serviço público em 1979, como diretor da Companhia Urbanizadora do Distrito Federal, a Novacap. Em 1985, ficou diretor da Companhia Energética de Brasília, a CEB. Trabalhou na estatal nas gestões dos governadores biônicos José Aparecido de Oliveira e Joaquim Roriz. Em 1990, Roriz venceu a primeira eleição direta pra governador do Distrito Federal e chamou Arruda pra ser teu chefe de gabinete e, depois, secretário de Obras.


Arruda elege-se Senador em 1994, pelo PP. Em 1995, rompeu com Roriz. Arruda protagonizou 2 grandes escândalos. Recuperou-se. Elegeu-se deputado federal e depois governador de Brasília. Entre as provas, apareceu até um video no qual Arruda recebia dinheiro em espécie. Em fevereiro de 2010, Arruda foi o primeiro governador confinado no exercício do mandato. No mês seguinte, a Justiça Eleitoral cassou teu mandato por infidelidade partidária.


Em abril, foi liberado da cadeia. Sem demora em 2014, membro ao PR, Partido da República, José Roberto Arruda é candidato a governador do Distrito Federal. Folha/UOL: Oi. Bem-vindo a mais um Poder e Política - Entrevista. Esse programa é uma realização do jornal Folha de S.Paulo e do portal UOL.


A gravação é praticada no estúdio do Grupo Folha em Brasília. O entrevistado dessa edição do Poder e Política é o ex-governador do Distrito Federal, Brasília, José Roberto Arruda. Folha/UOL: Oi, como vai, tudo bem? José Roberto Arruda: Tudo bem, Fernando. Por que o sr. quer ser outra vez governador de Brasília?


O sr. diz que foi um golpe, todavia havia elementos concretos, evidências de qualquer comprometimento teu no escândalo que ficou denominado como Operação Caixa de Pandora, como é que o sr. responde a isso? Por que foi um golpe? É muito fácil. Pra você fazer um escândalo midiático basta você segurar fitas gravadas maldosamente, quem grava discussão com uma pessoa sorrateiramente de imediato o faz prevendo alguma ameaça, algum tipo de coisa escusa. Para ti fazer um golpe midiático basta você editar essas fitas, mexer nas datas e como visualmente elas são fortes eles tiveram êxito. O sr. disse visualmente.


Concretamente, existe um dos videos, desta época, em que o sr. aparece recebendo dinheiro em espécie. Não é suficientemente forte pra afirmar o teu envolvimento e tua culpa no capítulo? Vamos imaginar que por aqui imediatamente eu lhe entregasse um dinheiro. Você recebe e grava. Logo em seguida você diz "não, Arruda, eu não aspiro este dinheiro" e me devolve. Essa porção da fita foi cortada. Quem diz isto não sou, é o laudo da Polícia Federal que consta dos autos.


Porém o sr. não devolveu aquele dinheiro. Tem a gravação em vídeo do sr. devolvendo? Claro que não. Ele cortou. Todavia tem o laudo da Polícia Federal dizendo que ele cortou. E sem demora tem mais. Tem a declaração dele próprio, o delator, em juízo, assumindo que editou maldosamente. Contudo tem mais. Me permita explicar.

  • Fashion Bomb Daily
  • Tabela (cinco motivos para…)
  • Faça cruzeiros
  • Como publicar um site gratuito
  • Episódio 430
  • 105 Re: Instituto Brasil
  • 327 Pedido de aprovação de administrador pro usuário Joalpe

Tinha os filmes bem como de inmensuráveis deputados recebendo dinheiro do mesmo amargurado protagonista. Numerosos. Muitos não mostraram-se, é verdade. Muito bem. Esses filmes todos foram periciados pela Polícia Federal. E o que as perícias da Polícia Federal salientam é que todos os videos de todos os deputados são anteriores ao meu governo. Este cidadão é o que gravou, Durval Barbosa?


Isso. Isto. A doação que a esposa dele, pela data, fez à pré-campanha, às nossas campanhas que fazíamos em todo o Natal, estão registradas no TRE. Este registro no TRE nós levamos bastante tempo pra atingir resgatá-lo, no entanto hoje ele agora faz fração dos autos jurídicos. Por que eu estou nesse lugar, Fernando? Fundamentalmente em razão de durante quatro anos, depois de toda a tragédia que me tirou do governo, fui aprisionado, humilhado, execrado na posição pública, eu estou conseguindo provar pela Justiça que tudo aquilo foi uma montagem e foi um golpe. Eu não há dúvida, Fernando, que aquele cidadão réu confesso praticou ilícitos com o dinheiro público e que assim como ele, com este dinheiro ilícito, abasteceu campanhas, isso antes do meu governo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *